Casamento D + I #06 – A celebração

Casamento D + I #06 – A celebração

Casamento D + I # 06 – A celebração

Hoje, venho falar-vos de um dos momentos mais especiais do dia do nosso casamento. A cerimónia religiosa fazia sentido para ambos e foi, sem dúvida, um momento marcante que guardamos para sempre no coração. 

A decoração da capela

Foi uma escolha simples. Depois de escolhida a decoração e conjugação floral na quinta, optámos por manter a mesma na capela. 

A entrada da noiva

A entrada… Ai, a entrada! Este foi, para mim, um dos momentos mais especiais. Uns minutos antes chovia, naquele momento o sol espreitou, o céu abriu, o meu pai deu-me o braço e lá fomos nós. Ele claramente mais nervoso do que eu! Eu certa de que aqueles eram – e são – os dois homens mais importantes da minha vida e que tudo era perfeito. Nada mais podia pedir.

A celebração da nossa união

Tenho que vos falar da celebração e do Padre Henrique! O Padre Henrique esteve na freguesia onde nasci durante 10 anos (ele há-de-me corrigir se estiver enganada). “Um dia ainda vos vou casar”, disse-nos uma vez, no seu tom risonho e alegre, sem qualquer mancha de “repreensão” por já vivermos juntos. Ele entretanto tinha ido para outra freguesia, infelizmente, mas, mal tomámos a nossa decisão, sabíamos quem haveria de celebrar o nosso casamento. Foi uma conversa simples, cheia de gargalhadas, carregada de emoção. Uma celebração que só quem realmente acredita no poder do Amor, mais do que no poder da Fé, é capaz de realizar. Ainda hoje nos faltam as palavras para lhe agradecer.

​Deixo-vos apenas um detalhe: teve o cuidado de procurar o significado dos nossos nomes e viu que casavam tão bem:
» Igor – o guardião da juventude ou a eterna juventude
» Dulce – doce
E, como tão bem disse: “Alguém cuidou para que a ‘doce e a eterna juventude’ estejam finalmente juntas!” E que assim seja.

As alianças

Tínhamos em mente uma aliança, simples, em “ouro branco”, no seguimento das nossas alianças de namoro. Quando falámos pela primeira vez com o Orlando, o nosso fornecedor, vimos várias. E, de repente, afinal não gostámos tanto assim da nossa opção inicial. Depois de alguns testes, percebemos os dois que as alianças seriam bem diferentes daquelas que tínhamos imaginado: seriam em ouro amarelo, simples, convencionais e amendoadas no interior. Adoro as nossas alianças!

Para as transportar, uma pequena gaiola. Quando a comprei, confesso que não foi com esta intenção, pensei apenas em colocá-la na decoração na nossa mesa. Um dia, à noite, olhei para ela e pensei: “Hmm, e porque não?” Peguei em duas fitas de cetim, nas nossas cores, e estava criado o nosso porta-alianças. Agora era dar-lhe um toque especial, com algumas flores. Ainda hoje faz parte da decoração da sala para nos lembrar um dia bonito.

A menina das alianças e o seu doce vestido

Ela tinha, na altura, 8 anos. Eu sabia o que queria, mostrei-lhe a minha ideia e tive aprovação imediata (ufa, prova superada)!

As mãos que fizeram este lindo vestido foram as mesmas que fizeram o meu. Numa das minhas provas, a M. foi comigo para tirar as medidas. Um dia de primas super importante pois, afinal de contas, ela era a minha menina das alianças! Assistiu à minha prova e não imaginam como os olhos dela brilhavam! Se eu achava que ela ia adorar este momento, naquela hora soube que foi a melhor decisão que tomei. Então disse: “M., este é o nosso segredo, vais ter que o guardar!” E a resposta dela, quando alguém lhe perguntava como eram os nossos vestidos, era: “É um segredo de primas!” E foi, até subirmos ao altar!

Para complementar o look dela, a simplicidade e delicadeza de umas flores feitas à mão.

Muito arroz e muita cor

Queríamos arroz e cor! Arroz o suficiente (mas tivemos muito mais do que aquele que estrategicamente colocámos nos cones, ahah!) e as nossas cores (cinza, rosa e branco). O papel era o usado nos convites e… mais uma vez, mãos à obra! Para terem uma ideia, todos, mas mesmo todos os cones foram feitos pelo noivo. Eu colava os selos e fazia lacinhos.
E para dar ainda mais alegria e cor ao nosso dia: balões, muitos balões!

Decoração floral: Jasmim em flor
Alianças: Orlando Freitas
Vestido da menina das alianças: Atelier Vestidos de Sonho
Balões: 30’s Festas
Cones de arroz e porta-alianças: Noivos
Fotografia: My Frame – Photography & Design

​Até à próxima página desta história!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *